Fotogrametria do IBGE revela Santos em 1956

Na segunda metade da década de 1950, o Conselho Nacional de Geografia, órgão ligado ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), promoveu diversas expedições pelo país, no intuito de registrar visualmente o avanço urbano das cidades, o que resultou em excepcionais trabalhos de aerofotogrametria. Santos e seu porto foram clicados em 1956 pelas lentes do fotógrafo húngaro Tomas Somlo, um dos mais hábeis da equipe da instituição governamental. Nas imagens que compõem este artigo, é possível testemunhar uma Santos em ebulição, que avança com ímpeto na direção da Ponta da Praia, ainda repleta de espaços verdes. Também se vê uma orla que inicia seu processo de verticalização, trocando seus palacetes por altos edifícios.

asasibge1

 A PONTA DA PRAIA

O Porto de Santos, no final da década de 1950 ainda não havia ultrapassado a Bacia do Macuco, formada no final do Canal 4. Nesta imagem da Ponta da Praia (abaixo), é possível reconhecer o traçado da Avenida Coronel Joaquim Montenegro (Canal 6), da Avenida Aristoteles Menezes e Avenida Dino Bueno.

Na orla, dá pra contar nos dedos a quantidade de edificações com mais de 10 pavimentos. No enorme espaço aberto no canto direito da imagem existia o Jóquei Clube de Santos, até meados da década de 30. Em 1971, o terreno seria ocupado pelo Conjunto Habitacional Humberto de Alencar Castelo Branco, o primeiro conjunto popular construído pelo BNH no Brasil, embrião do sistema mutuário no País e na América do Sul.

Também é possível ver a pequena Igreja de Nossa Senhora Aparecida, localizada na Praça Senador Correa, em seu aspecto original (1938). A igreja foi reformada na década de 1990.

Do lado da Ilha de Santo Amaro, não havia nem sombra do complexo de marinas hoje existente do outro lado do canal do estuário.

asasibge3

ORLA DA PRAIA, BOQUEIRÃO, APARECIDA E MACUCO

No plano inverso, vê-se o Porto de Santos, no seu limite (Bacia do Macuco – ao final do Canal 4). No primeiro plano, a orla santista e seus jardins, ainda com pouca quantidade de árvores. A primeira avenida, no canto inferior esquerdo é a Washington Luis (Canal 3). É possível verificar que deste trecho até a Avenida Conselheiro Nébias, mais de 20 edificações de grande altura já começam a modificar a paisagem praiana, em substituição aos antigos casarões. Vale destacar também a imensa área verde na altura da Avenida Afonso Pena, entre o Canal 4 e a Rua Oswaldo Cruz (à esquerda da imagem)

asasibge4

ILHA PORCHAT E SAO VICENTE

Que tal a Ilha Porchat sem nenhum prédio? Nesta bela imagem da Baía de São Vicente, é possível ver o Itararé, o Gonzaguinha e, ao longe, a Praia Grande. Pena que parte da estrutura da asa do monomotor cobriu a Ponte Pênsil. A exemplo de Santos, os vicentinos também começavam a testemunhar a verticalização da cidade.

asasibge5

One Comment

on “Fotogrametria do IBGE revela Santos em 1956
One Comment on “Fotogrametria do IBGE revela Santos em 1956
  1. Saudades.
    Em 1956 eu morava na Av Dino Bueno na Ponta da Praia.Jogava futebol todo dia na rua.
    Fiz a minha primeira comunhão na Igreja Nossa Senhora Aparecida em 1957…estudava no Grupo escolar Dona Lourdes Ortiz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>