A primeira bomba de gasolina da América do Sul foi instalada em Santos

Ao contrário dos dias de hoje, no começo do século XX não era fácil conhecer alguém que fosse proprietário de uma das mais incríveis máquinas inventadas pelo homem: o carro. Por mais que fossem verdadeiros calhambeques, os primeiros “automóbiles” custavam uma nota preta e eram para o bico apenas dos que tinham muitos recursos. Porém, esses mesmos abastados tinham que se virar para conseguir abastecer os carros pioneiros no Brasil, já que não existiam centros de distribuição ou postos de combustíveis à disposição por aí. Só em 1912 é que o país começou a organizar um sistema de distribuição de derivados de petróleo, vendidas inicialmente em latas e tambores, e disponíveis em armazéns que trabalhavam com outros produtos para máquinas. Posto de Gasolina, mesmo, só mais tarde.

Em Santos, o primeiro posto só entrou em operação em 1919. Na verdade, era uma bomba instalada na rua, situada mais precisamente na avenida Ana Costa, esquina com a praia, defronte ao local onde hoje fica o Atlântico Hotel. Esta bomba foi considerada a primeira do gênero na América do Sul e era propriedade de Antônio Duarte Moreira, que obteve concessão da Prefeitura para instalá-la, a fim de que pudesse abastecer sua frota de táxis, provavelmente o primeiro serviço santista de transporte em carros.

Moreira, algum tempo mais tarde, expandiu seus negócios e criou a firma A.D. Moreira, de venda de eletrodomésticos, veículos e peças. Também montou outros postos de gasolina na cidade, facilitando a vida dos primeiros proprietários de carros de Santos e região.

Posto Atlantic – Com o passar dos anos e o aumento do número de veículos na cidade, outros postos de combustíveis surgiram na cidade, como o da Atlantic Refining Company of Brazil, que construiu uma unidade de serviços automotivos na esquina da Avenida Ana Costa com a rua Alexandre Herculano. A inauguração foi um acontecimento na cidade, contando com a presença de autoridades municipais e a fina flor da sociedade santista.

Antônio Duarte Moreira, o AD Moreira, posa orgulhoso ao lado da sua bomba, a primeira da América do Sul.

Antônio Duarte Moreira, o AD Moreira, posa orgulhoso ao lado da sua bomba, a primeira da América do Sul.

Moreira instalou a bomba inicialmente para abastecer sua frota de taxis, a primeira da cidade.

Moreira instalou a bomba inicialmente para abastecer sua frota de taxis, a primeira da cidade.

Moreira instalou outras bombas na cidade, como esta na esquina da Avenida Ana Costa com Lucas Fortunato, na frente da sua loja de venda de veículos General Motors.

Moreira instalou outras bombas na cidade, como esta na esquina da Avenida Ana Costa com Lucas Fortunato, na frente da sua loja de venda de veículos General Motors.

Ao longo dos anos seguintes, foram surgindo postos de gasolina. Na imagem, o convite para a inauguração do primeiro posto de serviço Atlantic em Santos, na década de 1930.

Ao longo dos anos seguintes, foram surgindo postos de gasolina. Na imagem, o convite para a inauguração do primeiro posto de serviço Atlantic em Santos, na década de 1930.

 

One Comment

on “A primeira bomba de gasolina da América do Sul foi instalada em Santos
One Comment on “A primeira bomba de gasolina da América do Sul foi instalada em Santos
  1. Pingback: Como surgiram os postos de combustível? - FlatOut!

Deixe uma resposta