PRÉDIOS DA ORLA SANTISTA ENTORTAM E VIRAM ATRAÇÃO CURIOSA

No final dos anos 1950, Santos testemunhou o início de uma era marcada pela construção de grandes edificações residenciais na faixa de orla marítima. Com isso, diversos prédios de até 14 andares passaram a fazer parte da paisagem da urbe santista, ocupando terrenos vazios ou o lugar dos palacetes que ainda imperavam absoluto na orla, no trecho entre o José Menino e o Boqueirão.

Ocorre que, na época, ainda eram muito tímidas as técnicas de avaliação geológica das condições do solo, em especial os estudos de profundidade e consistência de terrenos. Diante desta falta de conhecimento pleno, somado ao fato de Santos possuir o segundo pior solo do mundo (perdendo apenas para o da cidade do México, segundo especialistas internacionais e geólogos), o inevitável aconteceu. Durante o processo de acomodação das edificações, todas elas acabaram “entortando”, o que criou um visual inusitado no horizonte da Ilha de São Vicente, como se os santistas tivessem criado uma espécie de “coleção de Torres de Pisa” (edificação italiana, do século XII, que ficou conhecida por ter inclinado 5,5 graus).

Apesar do fenômeno, os construtores continuaram erguendo novas edificações ao longo dos anos 1960 e 1970, alegando que não havia a menor possibilidade de colapsos. No início dos anos 1980, a cidade já contabilizava 30 edificações nestas condições. Neste grupo já constava o edifício Núncio Malzoni, o mais torto dos edifícios, com 2,1 metros de desnível. Em 2006, a Prefeitura realizou uma levantamento, onde constatou que havia cerca de 100 prédios com algum grau de inclinação.

Novo horizonte – Em 2001, o campeão de inclinação surpreendeu a todos, voltando à posição correta, após ter passado por um trabalho inédito no mundo, a ponto dos engenheiros responsáveis pela correção da Torre de Pisa virem a Santos para conhecer a técnica utilizada. As obras foram iniciadas em 1998.

De qualquer forma, ainda hoje, Santos ostenta esta estranha atração, principalmente para os turistas de primeira viagem.

Após os anos 1950, a orla passou a ser ocupada por edificações com mais de 10 andares.

Após os anos 1950, a orla passou a ser ocupada por edificações com mais de 10 andares.

TORTOS

Paisagem urbana com os prédios inclinados

Deixe uma resposta